Verdade Oculta

A Palavra

 O Salvador é a Palavra do Pai “E estava vestido de veste tingida em sangue; e o nome pelo qual se chama é  A Palavra do Altíssimo”
A Palavra do Criador, é o seu Filho, o Salvador.
Pois é isto que está…..
na escritura e negar esta verdade é ir contra o que o Criador deixou escrito…..a Escritura CONTÉM (conter é diferente de ser) a sua palavra escrita, perpetuada.
Não há na Escritura em lugar nenhum dizendo que a Palavra é a biblia
SE a bíblia fosse a palavra, qual delas??? São inúmeras bíblias que surgem a cada ano.
Essa é mais uma transferência de identidade, uma das facetas de satanás
Quando lemos na primeira pagina da bíblia está assim…
REVISTA  e CORRIGIDA.
Ora, algo que é certo deveria ser corrigido???
Tiram do Salvador o mérito de ser a Palavra e passa para o livro bíblia.
A bíblia não é a Palavra do Eterno. As coisas descritas nela não são todas vindas da boca do Criador.
Devemos separar o que é vindo do Pai e o que procede de homens.
Tem coisas ditas ali pelos reis, sacerdotes, juízes, profetas, discípulos. Mas devemos seguir e nos espelhar em algum deles?
NÃO.
Assim devemos analisar tudo e reter o que for bom, e fazendo uma analise dá pra saber o que precedo do Criador Altíssimo e também o que
NÃO procede. Pois conhecendo o Pai, através do filho, podemos saber na Escritura o que provém Dele e o que não provém
ENTRAR pelo erro cristão é justamente o caminho mais visível a seguir, pois o cristianismo, sobretudo o protestante eleva o livro a uma condição divina e inquestionável
Sendo essa a visão verdadeira, eu só tenho a concordar sem arredar um milimetro dessa convicção pois é a pura realidade, não só do ponto de vista racional como também da prática.
Ora, porque que tem mais de 20 mil denominações protestantes só no brasil?
Por justamente elevar a bíblia a uma condição divina!
assim, o que está nela é a perfeita vontade de deus.
nela está deus mandando matar sem piedade.
nela tem Davi armando mil e uma tramoias
tem salomão escravizando os homens e tomando suas mulheres
tem mil e uma coisas horrendas que cada uma delas, partindo do principio de divinização da bíblia, é pra se praticar.
PORÉM, quando você busca a obedecer somente ao Salvador e aprender dele na própria Escritura, você sabe se livrar do engodo cristão religioso e apenas utilizar o livro para o devido conhecimento da vontade do Salvador para cada um de nós.
Devemos perceber o seguinte:
Nosso Criador é o Todo Poderoso, REVELADO NO FILHO (POIS ESSE FOI PRA NOS)
O Deus de ISRAEL e alem dele, o Exercito do Céu, foram deuses de Israel para aquela época.
Nosso Criador no período das Escrituras é o SALVADOR e a Ele devemos obedecer.
O CRIADOR HOJE É NOSSO “DEUS” POR CONTA DO SACRIFÍCIO DO FILHO
Ou continuaria não sendo nosso (vamos dizer: “deus”).
HOJE O CRIADOR DO CÉU E DA TERRA É NOSSO SOBERANO, mas exclusivamente por causa do SALVADOR.
Assim hoje obedecemos e adoramos AO CRIADOR EM ESPÍRITO e seguimos o exemplo de seu filho como homem.
Pois foi como homem que Ele nos ensinou e nos trouxe a presença do Criador.
Por isso largar de lado a Bíblia é o melhor negócio que se faz, pois ela é portadora de confusão e perdição graças aos seus criadores, o catolicismo cristão.
Devemos anular a bíblia mas NUNCA a Escritura que infelizmente esta nela.
Anular a bíblia é não parar em capítulos, epígrafes, versículos, transliterações, Novo Testamento dividido no lugar errado, achar que tudo dito ali vem do Eterno Criador
Já temos observado, dentro do sistema religioso,  a prática da  Bibliolatria é justamente o que tem impedido este entendimento!
Vou explicar:
As pessoas estão ” idolatrando ” uma “palavra” escrita (bíblia) toda paganizada!!
Quando na verdade “hoje” a “Palavra” (VERBO) está VIVA (verbo Encarnado, o Messias)
Assim reafirmo: Largar o livro bíblia é o melhor negócio.
(Sim devemos anular a bíblia, porem USAR A MESMA pra ler a Escritura que está contida nela e pra isso só temos que ir anulando os erros da bíblia aos poucos, até extingui-la por completo e só ver o que é ESCRITURA)
paz.

Image6

 

Um comentário sobre “A Palavra

Deixe uma resposta