Verdade Oculta

A VERDADEIRA ORIGEM DO NATAL

…………………….A VERDADEIRA ORIGEM DO NATAL…………………..

O Natal é uma das principais tradições do sistema corrupto chamado Babilônia, fundado por Ninrode, neto de Cam, filho de Noé. O nome Ninrode se deriva da palavra “marad”, que significa “rebelar”.

Ninrode foi poderoso caçador Para combater a ordem de espalhar-se:

– criou a instituição de ajuntamentos (cidades);

– construiu a torre de Babel (a Babilônia original)

– fundou Nínive e muitas outras cidades;

– organizou o primeiro reino deste mundo.

A Babilônia é um sistema organizado de impérios e governos humanos, de explorações econômicas, e o berço de toda idolatria e ocultismo.

Ninrode era tão pervertido que casou-se com sua própria mãe, cujo nome era Semíramis.

Depois de prematuramente morto, sua mãe-esposa propagou a perversa doutrina da reencarnação de Ninrode em seu filho Tamuz.

Ela declarou que, em cada aniversário de seu natal (nascimento), Ninrode desejaria presentes em uma árvore. A data de seu nascimento era 25 de dezembro. Aqui está a verdadeira origem da árvore de Natal.

Semíramis se converteu na “rainha do céu” e Ninrode, sob diversos nomes, se tornou o “divino filho do céu”. Depois de várias gerações desta adoração idólatra, Ninrode também se tornou um falso messias, filho de Baal, o deus-sol. No sistema babilônico, a mãe e o filho (Semíramis e Ninrode encarnado em seu filho Tamuz) se converteram nos principais objetos de adoração.

A trindade satânica: Ninrode, Semíramis e Tamuz.

A verdadeira origem do Natal está na antiga Babilônia. Está envolvida na apostasia organizada que tem mantido o mundo no engano desde há muitos séculos! No Egito sempre se creu que o filho de Ísis (nome egípcio da “rainha do céu”) nasceu em 25 de dezembro. Os pagãos em todo o mundo conhecido já celebravam esta data séculos antes do nascimento do Salvador.

O Salvador, o verdadeiro Messias, não nasceu em 25 de dezembro. Os apóstolos jamais celebraram o nascimento do Salvador.

Nem nessa data nem em nenhuma outra. Não existe na Escritura ordem nem instrução alguma para fazê-lo.

O que diz a Escritura sobre qualquer prática pagã?

Jeremias 7:18 / Jeremias 44:15 ao 25 / Ezequiel 8:14

 

OBS: Aos protestantes que montam árvores de natal e fazem TODAS as praticas realizadas nessa época dizendo não ser contrária as coisas do Altíssimo, porque não montam também um altar com as imagens esculpidas dos “santos” católicos em suas casas?

Qual seria a diferença? Pois em ambos os casos tem conotação religiosa pagã.

…………….PAPAI NOEL ou NICOLAU (Bispo católico romano) ???…………

O nome “Papai Noel” é uma corruptela do nome “São Nicolau” um bispo romano que viveu no século V.

Leia na Enciclopédia Britânica, vol.19 páginas 648-649, 11ª edição inglesa, o seguinte:

“São Nicolau, bispo de Mira, um santo venerado pelos gregos e latinos, falecido no dia 6 de dezembro de 342… A lenda de sua dádiva oferecida às escondidas, de dotes, às três filhas de um cidadão empobrecido…”

Diz-se ter originado o costume de dar presentes as escondidas no dia de São Nicolau (6 de dezembro), o que mais tarde foi transferido para o dia de Natal.

São Nicolau tinha o costume de dar presentes aos pobres e as crianças carentes, muitos ainda dizem que ele era pedófilo e dava presentes para subornar e calar os que sabiam de suas práticas abomináveis.

Daí a associação do Natal com “São Nicolau”, (Papai Noel) foi criado visando representa-lo, que sorrateiramente a ideia é fazê-lo substituir Papai do Céu.

Esse era um bispo católico que tinha uma tara por olhar meninas tomando banho, ele tinha um hábito que hoje se tornou comum entre os padres. Ele gostava demais de ver as meninas se exibindo e até pagava uma soma de dinheiro para que as meninas se exibissem pra ele.

Quando alguém descobria, Nicolau para calar a boca das pessoas dava presentes e quantias em dinheiro.

Para que o catolicismo não caísse em total descrédito naquela região, então resolveram fantasiar um pouco mais sua história e transforma-lo definitivamente em um velhinho bonzinho.

Porém, os vitrais das catedrais antigas narram a história verdadeira, como por exemplo o vitral da igreja católica de Notre Dame.

Existe até um termo popular utilizado até hoje “Exame de papa nicolau”, que não veio diretamente de “São Nicolau” , mas é ligado a ele. Esse termo vem de Jorge Nicolas, um médico ginecologista grego muito famoso, e mais tarde fizeram uma associação entre ele e o bispo católico, por causa das mesmas práticas de tocar nas genitálias das moças e daí criaram o termo “papa nicolau”.

E assim, quando examinamos os fatos, ficamos surpreendidos ao saber que mais esta prática ritualística do Natal é na verdade uma prática pagã – um dos caminhos da babilônia que o mundo continua seguindo!

https://www.youtube.com/watch?v=-Ey16m-l86o&list=UUDqttgpTmulYtLRU7mZ9Oxg

Feliz natal (nascimento) de Tamuz!!

Viva o papai noel (o pedófilo São Nicolau)!!

\o/ \o/ \o/ eeeeeeeeeee \o/ \o/ \o/
\o/ \o/ \o/ vivaaaaaaaaa \o/ \o/ \o/
o papa das criancinhas

Deixe uma resposta