Verdade Oculta

DINHEIRO: LIBERDADE OU PRISÃO?

DINHEIRO: LIBERDADE OU PRISÃO?
É comum o pensamento, e, é o sonho de quase todos, conseguir a independência financeira. Portanto, quanto mais dinheiro, mais liberdade de ação no mundo.
Acontece que, toda verdade possui dois lados: por um lado, o dinheiro faz com que o sujeito não precise mais se submeter a terceiros, no sentido de servir; por outro, tornar-se dependente de ser servido pelos outros.
Quanto mais rico, mais dependente de ser servido e mais preso na rede de relações construídas pelo dinheiro. Quanto mais se ganha o mundo, mais prisioneiro se torna dele, porque quanto mais alto é o posto na pirâmide social, maior é a responsabilidade da manutenção da função.
Nesse contexto, dá para compreender um dos motivos do jovem rico em recusar o convite do Salvador para segui-lo, a riqueza o prendeu numa formalidade social: “se eu deixar as minhas propriedades, meus empregados para seguir um homem e seus ensinamentos o que os amigos e as pessoas vão pensar de mim? Sempre fui servido, como posso aprender a servir?”
Já um pessoa pobre, pode ser dependente de servir, mas é livre, não precisa ser servido, ele mesmo faz quase tudo do que precisa para sobreviver, nesse aspecto depende menos das pessoas.
Enfim, quanto mais rico, mais independente de servir, mas porém dependente de ser servido;o pobre é o oposto.