Verdade Oculta

AS CAUSAS DO GOLPE

“Amauri, para você quais são as causas reais do golpe”?
Dias atrás, fui numa loja de materiais de construção e, vi uma promoção: tijolo de vidro a sete reais, aí percebi que era chinês, normalmente o mesmo produto custa acima de doze reais.
A história quando está acontecendo é como alguém montando um quebra-cabeça, só depois de montado é possível visualizá-lo, a história do golpe ainda está em processo, mas já é possível visualizar algumas imagens.
Para mim umas das imagens que está ficando clara é sobre a questão das leis trabalhistas.
A inserção da índia e principalmente da China na economia de mercado mundial, barateou muito o custo da produção por causa da mão-de -obra barata, super-abundante, desprotegida de leis trabalhista e sem sindicatos. Isso, está quebrando a indústria nacional de muitos países e gerando consequentemente o desemprego, é o caso atual do Brasil.
No governo Lula, o crédito foi facilitado para os mais pobres e, isso aumentou o consumo e como consequência o emprego. No governo da Dilma esse modelo se esgotou, não por culpa dela, mas simplesmente porque todo modelo econômico tem um começo, meio e fim. Era impossível ela manter esse modelo, pois o mesmo era baseado no endividamento da população, logicamente o consumo caiu e com ele o desemprego.
A elite nacional, aproveitou a crise e a baixa popularidade da presidente para desencadear o golpe ( no momento certo) a corrupção foi o principal pretexto, tanto que quase todos os partidos e os principais políticos estão envolvidos.
Dentro desse contexto, penso que, a elite empresarial quer mudar as leis trabalhistas para baratear a mão-de-obra, para salvar a indústria nacional da concorrência com a China, índia e outros países do sudeste asiático.
No governo do PT, seria muito difícil mudar a CLT, principalmente aprovar a terceirização da produção direta. O governo Temer entrou com essa obrigação – flexibilizar as leis trabalhistas e torná-la mais barata possível.
Agora, também é uma contradição, pois o trabalhador ganhando menos, diminui naturalmente o potencial do mercado consumidor nacional, a não ser que, a indústria nacional produza visando o mercado externo.
Podemos ter a seguinte situação, o mercado brasileiro consumindo produtos chineses e a indústria nacional exportando produtos mais baratos para mercados europeus e americano.