Verdade Oculta

A VERDADE EXISTE?

A VERDADE EXISTE?
“Amauri, o que você pensa sobre o pensamento de Nietzsche de que a verdade não existe, que é apenas criação humana motivada pelo desejo de poder”?
Primeiro é importante entender que existem três dimensões de verdades: em relação ao mundo natural, humano e espiritual.
O primeiro é estudado pelos ciências naturais, o segundo pela filosofia, ciências humanas, psicologia, religião e outros e o terceiro de maneira mais específica pelas religiões.
Segundo é fundamental separar o fato em si da descrição do mesmo, o que Nietzsche indaga é a impossibilidade humana de fazer uma descrição completa do fato, ou seja, a vida é muito maior do que a narração dela. Agora, não se pode negar o fato – a verdade, porque não conseguimos entendê-la ou narrá-la com precisão perfeita.
Por exemplo: aconteceu um acidente de carro, ninguém pode negar o fato ocorrido, porém é impossível para a linguagem descrever o fato de maneira que corresponda cem por cento com o ocorrido. Por que o fenômeno ( nesse caso, o acidente) manifesta-se para a consciência ( pessoa) de maneira presente e ausente ( aquilo que não foi captado pelos sentidos) e, ao tentar interpretar as partes ausentes, lógico surgem inverdades.
Portanto a incapacidade da linguagem de corresponder totalmente o fato, não o invalida.
As verdades na esfera natural é mais fácil de serem verificadas, por isso, as ciências positivas tiveram um grande progresso, mas estão limitadas ao fenômenos físicos. Já na esfera humana é bem mais complexo, porque o homem além de interpretar verdades também as produzem, porém, as verdades humanas quase sempre são relativas ao tempo e ao espaço.
Já as verdades na esfera espiritual, depende da fé e, a fé é uma expressão subjetiva. As religiões tentam interpretar e, as interpretações levam as invenções mentirosas. Porque é o homem limitado tentado entender algo que transcende a si próprio. Se é difícil entender as verdades em relação à natureza, super-difícil na esfera humana então é impossível na amplidão espiritual. É o Criador que se revela a nós, pelas Escrituras e pelo seu Espirito.
Agora, a nossa impossibilidade de entender e descrever não anula a realidade dos fatos.