Verdade Oculta

verdade oculta

From: Vxxxx Fxxxxx
Sent: Tuesday, May 14, 2013 6:02 PM
To: rubens@verdadeoculta.com.br
Subject: verdade oculta

Olá, Irmão Rubens,

Meu nome é Vxxxxx Fxxxxx e, atualmente, resido em Limeira/SP.

Já, há algum tempo, tenho acompanhado seu trabalho e, maravilhado, sinto os efeitos positivos do seu esforço em despertar os que estão presos nas teias do sistema religioso.

Igualmente a você, também passei pelo processo religioso por exatos dezesseis anos – de 29/10/89 a 29/10/05, data em que fui excluído da denominação adventista do sétimo dia.

Naquele aprisco, ao longo dos anos, fiz muitos amigos e, à época, a maioria deles reprovou minha postura em questionar a liderança a respeito da trindade que, como é sabido, é pura herança católica e adotada pelas filhas, como tantas outras heresias abertamente aceitas naquele meio como no ambiente evangélico.

Passada essa fase, o Eterno teve compaixão de mim e abriu minha mente para conhecer Seu Nome e de Seu Filho, oportunidade em que outros nomes respectivamente a Eles dados, suprimi de meus pensamentos e orações.

Devo dizer, com alegria no coração, de que notei que você também foi transformado, haja vista que quem te acompanha desde o início, percebeu mudanças positivas em sua pessoa interior e na comunhão que você, por certo, mantém com o Salvador, fonte de seu trabalho, embora alguns insistem em reparar na embalagem e não no conteúdo, no intento de trazer à tona o que você foi no passado e não observar que você é aceito pelo Salvador, que bem te utiliza como instrumento em levar a mensagem – a verdadeira.

Não me expresso assim para alimentar seu ego, longe disso.

Admiro seu trabalho e o defendo ante aqueles que, notadamente, ou são seus opositores abertos e diretos, por enxergar em você uma ameaça aos seus interesses ou lhe invejam por você ser o portador de verdades que eles mesmos não teriam coragem de expor e não entendem que muito mais do que coragem, eles necessitam se dirigir diretamente à Fonte, que creio que é o que você faz

Pois bem, sem mais me alongar, desejo ser sincero em chamar sua atenção para um ponto que me incomoda muito: via de regra, ao você se referir à lei de Moisés, acertadamente, você a recrimina, pois ela teve relativa validade até o sacrifício do Salvador, que a anulou com Sua morte. Em contrapartida, dá-me a impressão que você inclui a Lei Moral, escrita pelo próprio dedo do Eterno (ver Deuteronômio 31:18) como também extinta e não a vê como estando em vigor até nossos dias e estendida a todas as nações, crendo que exista somente uma lei – a de se amar ao próximo.

Ora, quando inquirido, o Mestre resumiu a lei Moral em dois Mandamentos (v. Mateus 22: 37-40), o primeiro deles em se amar ao Criador, como vemos nas primeiras palavras de Êxodo 20, em que, por exemplo, não se deve fazer imagens de escultura e adorá-las e, o segundo, no restante da passagem, a partir do honrar pai e mãe.

Sendo assim, meu irmão, peço que você analise o assunto com carinho e busque maiores informações a respeito.

Gozo da liberdade de lhe fazer um pedido: o de fazer um trabalho sobre a trindade e a forma como ela foi introduzida no sistema.

PS.: Estive em uma palestra por você dirigida em São Caetano do Sul/SP (em outro e-mail, vou postar uma foto que naquela oportunidade foi tirada,

Um forte abraço e continue sob a guia fiel do Salvador.

RESPOSTA:

Olá amado
Vxxxxx

Obrigado por tanto carinho que tem por mim

Talvez eu tenha me expressado mal e você tenha entendido que eu refuto a lei do Criador.

Não. Eu não a refuto

Eu refuto A Dispensação da lei, em face dos afazeres religiosos protestantes.

Quando os protestantes apresentam suas credenciais, um ótimo meio de invalidar essas credenciais e evocar as passagens que mostram que a Dispensação atual é a que vele e a passada valeu.

ai PARECE que eu embrulhei tudo o resto e joguei fora também.

Se não houvesse validade na Lei do Criador, poderia eu definir pecado como:
INIQUIDADE E IMPIEDADE?????

Como definir iniquidade como não pecado, se não for baseado na Lei do Criador???

ASSIM
Em resumo para encurtar o Email, posso dizer que

Amando ao Criador sobre tudo, não iremos apos outros deuses –Iniquidade
Amando ao Próximo cumprimos toda a Lei(segundo o que está escrito) – Impiedade

Evitando os dois, portanto não pecamos

Qual outra lei cumprir??????

Sobrou alguma coisa mais que falta?

pense!!!

Muito Obrigado pelo extremo carinho
paz

Um comentário sobre “verdade oculta

  1. edson rafael de souza

    me coloca ai eu ja fui candidato a ver por 4 vezes em taboâo da serra em 1916 serei de novo comto com a ajuda de vocês. HA já ia esquesendo eu acredito na esistencia dos luminates

Deixe uma resposta