Verdade Oculta

REFLEXÃO

MERITOCRACIA

É comum ouvir o seguinte discurso, mais ou menos assim: a pessoa deve conquistar o seu espaço por mérito próprio, se o sujeito ficou rico é porque trabalhou muito – mereceu!
Na verdade, esses discursos são conjuntos de frases prontas que servem como véu, para esconder a realidade do próprio sistema.
A própria dinâmica histórica do sistema faz com que o mercado selecione talentos e projetos que, se encaixem na sua própria lógica. Exemplo: alguém desenvolve o talento para negócios, o mesmo terá muito mais chance de ficar rico, do que um outro sujeito que tem talentos artísticos não convencional, como artista de rua, por exemplo. Porém, culturalmente é reforçado na imaginação da população que, somente aqueles que ficaram ricos são os que possuem talentos. Porque tudo está vinculado com o príncípio de ganhar dinheiro, todo talento que não gera riquezas não interessa ao sistema.Por isso, existem milhões de pessoas talentosas jogadas na sargeta.
O conceito de que o indivíduo se faz por si mesmo, somente com o seu talento e trabalho é mito. Pois, ninguém faz nada sozinho, precisamos uns dos outros, A riqueza só pode ser gerada coletivamente, imagine se todos os trabalhadores de determinada fábrica pararem de trabalhar? O dono da empresa e a sua família vão substituir os trabalhadores?
Portanto o mérito pessoal está condicionado ao conjunto histórico cultural.
CurtirMostrar mais reações
Comentar